Homem do campo, a força do Brasil

Homem do campo, a força do Brasil
21/09/2021

Fui criado pedindo a benção, abrindo as porteiras para os mais velhos, apanhando de vara de goiabeira. Já caí do cavalo, corri no campo, tomei banho em açude, vi minha avó fazendo pamonha, meu avô cachaça, sempre com um bom churrasco.

Sentava no colo de meu pai e pilotava sua D-20, mesmo sem alcançar os pedais. Não via a hora do terço terminar pra gente ir pescar no lago. Comia farofa de boca cheia era repreendido pelos meus tios, chutava bola nas plantas de minha avó e saia correndo pra não ficar de castigo.

Mal sabia eu que tudo aquilo vivi moldou minhas raizes, memórias e vida.

Hoje é dia do fazendeiro, mas é melhor dizer “homem do campo”, que alimenta nossas famílias. Que transforma o agro do Brasil.

Parabéns a todos vocês heróis!

Na foto meu avô, Tião, e papai representando todos esses guerreiros.